EIM 2014

Escola de Inverno de Matemática

Instituto Superior Técnico, 3 a 5 de Fevereiro de 2014

Inscrição
Mini-cursos
Debate
Programa

EIM 2014

Se és aluno do primeiro ciclo do ensino superior e tens um gosto especial pela matemática, com certeza já te perguntaste o que fazer a seguir. Se iniciaste o segundo ciclo recentemente e não estás plenamente satisfeito com a tua opção, por certo procuras uma solução que te entusiasme.

A Escola de Inverno de Matemática (EIM) do IST, na sua 6ª edição, pretende ajudar-te a encontrar as respostas para estas perguntas. Nesta escola vais encontrar um ambiente estimulante, onde matemáticos, da universidade e das empresas, vão falar de matemática, das suas aplicações, de investigação em matemática, e da matemática no mundo real. Terás ainda tempo e espaço para olhar, ouvir e pensar mais além.

A EIM, que decorrerá de 3 a 5 de Fevereiro de 2014, está aberta a todos os alunos interessados, do final do primeiro ciclo e início do segundo ciclo do ensino superior, do IST ou de outras escolas, estudantes de matemática ou não. Alunos de fora da região de Lisboa podem candidatar-se a apoio financeiro para suportar a sua deslocação.

Mini-cursos

Debate

Haverá um debate sobre A matemática no mundo académico e no empresarial, na 3ª-feira, 4 de Fevereiro, das 14h 30m às 17h 30m, que contará com a participação de:

  • Margarida Gonçalves, Quasinfalivel e Strongstep
  • Miguel Abreu, IST e Sociedade Portuguesa de Matemática
  • Nuno Carvalho, Deloitte
  • Pedro Serranho, Universidade Aberta e IBILI

Programa

Todas as sessões decorrem no Anfiteatro Pa1 do Pavilhão de Matemática e têm uma hora e meia de duração.

Contactos

Organização

 Ana L. Silvestre, Claudia Valls e Isabel Rodrigues
eim2014@math.tecnico.ulisboa.pt
Departamento de Matemática
Instituto Superior Técnico

Secretariado

Margarida Carvalho
mmcarv@math.tecnico.ulisboa.pt
Departamento de Matemática
Instituto Superior Técnico

Apoios

CAMGSD CEAF CEMAT IT

FCT Santander Totta

 

Calendário
Seg, 3 Fev 2014Ter, 4 Fev 2014Qua, 5 Fev 2014

09:00

Abertura

09:15

Conceição Amado
Instituto Superior Técnico
Mostrar, amostrar e reamostrar

João Pedro Boavida
Instituto Superior Técnico
Simetrias, representações, e o átomo de hidrogénio

João Pedro Boavida
Instituto Superior Técnico
Simetrias, representações, e o átomo de hidrogénio

10:45

Café

Café

Café

11:00

Gustavo Granja
Instituto Superior Técnico
A topologia do planeamento do movimento de robots

Conceição Amado
Instituto Superior Técnico
Mostrar, amostrar e reamostrar

Gustavo Granja
Instituto Superior Técnico
A topologia do planeamento do movimento de robots

12:30

Almoço

Almoço

Almoço

14:00

Jaime Ramos
Instituto Superior Técnico
Verificação formal. Como e porquê?

Debate A Matemática no mundo académico e no empresarial (14:30)

Jaime Ramos
Instituto Superior Técnico
Verificação formal. Como e porquê?

15:30

Café

Café

Café

15:45

Adélia Sequeira
Instituto Superior Técnico
A Matemática e a Medicina: modelação e simulação computacional de problemas clínicos

Debate A Matemática no mundo académico e no empresarial

Adélia Sequeira
Instituto Superior Técnico
A Matemática e a Medicina: modelação e simulação computacional de problemas clínicos

17:15

Encerramento

A Matemática e a Medicina: modelação e simulação computacional de problemas clínicos
Adélia SequeiraAdélia Sequeira

Qual a relação entre a Matemática e a Medicina? Será que através da resolução de equações diferenciais ou algébricas por métodos computacionais robustos e eficientes, utilizando técnicas de visualização gráfica dos resultados e técnicas de imagiologia médica, é possível contribuir de algum modo para o prognóstico e tratamento de doenças? Nestas lições pretende-se abordar estas questões intimamente ligadas a uma área de investigação multidisciplinar em franco desenvolvimento, que oferece grandes desafios aos matemáticos.

Mostrar, amostrar e reamostrar
Conceição AmadoConceição Amado

Uma visão comum sobre a estatística aplicada é a de ser uma espécie de "detective numérico". Uma parte importante desse trabalho de detective é a seleção da amostra que formará a base para a inferência e a tomada de decisão. Mas se a amostra não tiver sido bem recolhida os resultados podem ser enganadores ao distorcerem a realidade. Este minicurso visa introduzir conceitos básicos de amostragem em populações finitas por forma a nortear os referidos "detectives numéricos".

A topologia do planeamento do movimento de robots
Gustavo GranjaGustavo Granja

A topologia é a disciplina da matemática que estuda os conceitos de forma e continuidade. O seu estudo teve início nos finais do século XIX e desde então a Topologia tornou-se central na Matemática e nas suas aplicações. Um exemplo familiar de um problema topológico é o de determinar se um campo vectorial é conservativo (ou gradiente) no seu domínio de definição. Neste curso vamos apresentar algumas das ferramentas matemáticas que se usam em topologia para distinguir formas e ver como são aplicadas ao problema de planear o movimento de robots.

Verificação formal. Como e porquê?
Jaime RamosJaime Ramos

Hoje em dia contactamos diariamente com computadores e sistemas de software em grande parte da nossa actividade diária. E, muitas vezes, nem nos apercebemos que tal acontece. Do despertador ao telemóvel, passando pelo elevador ou pelo automóvel, em todos podemos encontrar sistemas de software complexos. E, nos últimos anos, esta complexidade tem vindo a aumentar drasticamente. É importante garantir o bom funcionamento destes sistemas de forma eficiente. Neste curso, vamos fazer uma viagem pelas áreas da matemática que estão na base da especificação e verificação formal de sistemas. Vamos também contactar com ferramentas usadas pela indústria para este fim.

Simetrias, representações, e o átomo de hidrogénio
João Pedro BoavidaJoão Pedro Boavida

Usando as simetrias dum conjunto, podemos decompor funções em parcelas mais simétricas. Por exemplo, se o domínio for a reta real e a simetria for a reflexão na origem, as parcelas mais simétricas são as funções pares e ímpares, e é verdade que todas as funções (na reta real) são a soma de uma função par com uma função ímpar. Que outras simetrias podemos usar, e quais as funções que lhes estão associadas? O que se passa quando consideramos as rotações centradas na origem? Qual a diferença entre rotações no plano ou no espaço? E o que é que isso tem a ver com o átomo de hidrogénio?